Portugal irá compartilhar sua experiência no Turismo Responsável e Sustentável.

Skift Forum Europe 2019, em Londres, Terá a Secretária de Estado do Turismo a Apresentar a Experiência de Portugal no Turismo Sustentável


Com informações da Agência Lusa.

A experiência de Portugal no desenvolvimento de um turismo responsável e sustentável vai ser apresentada pela Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, num fórum internacional na terça-feira (30 de abril) em Londres. Portugal é o único país representado ao nível governamental no Skift Forum Europe, organizado pela Skift, uma agência de recolha de informação sobre a indústria ao nível global e que discute nestes eventos o futuro e as novas tendências para o setor.

Mendes Godinho disse à agência Lusa que o convite evidencia o reconhecimento pelo que tem sido feito em Portugal em termos de turismo responsável e de sustentabilidade do turismo. “A nossa estratégia é considerada um ‘case study’”, vincou, referindo o facto de Portugal ter recebido este ano o prémio de Melhor Destino Sustentável da Europa em março, durante a ITB Berlim, a principal feira internacional de turismo.

Na sua intervenção no painel “Destinos: O próximo Capítulo em Turismo Responsável”, a Secretária de Estado vai apresentar medidas, como o financiamento a projetos e ‘startups’ com impacto social e a empresas para melhorarem a performance ambiental. “Neste momento temos 22 projetos aprovados, que são exemplos de como se pode mobilizar a sociedade civil e como o turismo pode e deve ser um instrumento de desenvolvimento dos territórios”, adiantou à Lusa. Entre alguns exemplos, referiu o Viver@Misericórdia, desenvolvido pela Junta de Freguesia lisboeta, em que são organizadas atividades que envolvem a comunidade local, nomeadamente para a limpeza de grafitos, ou o Manicómio, promovido pelo Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa, que visa expor obras de artistas com doenças mentais.

O plano para a sustentabilidade do Turismo inclui um esforço para valorizar projetos turísticos no interior, salientou, “antecipando as questões da sobrecarga e sendo inteligente na forma como gerimos a procura turística, criando motivos para, cada vez mais, desconcentrar a procura ao longo do território e de todo o ano”.

Como oradores no evento, além da própria Secretária de Estado, estão Presidentes e Executivos de empresas de sucesso, como o grupo hoteleiro InterContinental Hotels, a transportadora British Airways, a transportadora Uber, as plataformas de alojamento Airbnb e Booking.com.

Ecopass: a construir um mundo melhor.

Imagem: reprodução Skift Forum Europe 2019.

Braga sediará Semana de Turismo de Fronteira. O evento ocorrerá de 30 de maio a 02 de junho, na Praça da República.

Semana de Turismo de Fronteira Acontecerá em Braga


Com informações da Agência Lusa.

Entre os dias 30 de maio e 02 de junho a cidade de Braga sediará a Semana de Turismo de Fronteira, que vai reunir especialistas em turismo de toda a Europa para discutir o desenvolvimento de um plano estratégico.

Em comunicado, o Eixo Atlântico revela que a Semana de Turismo de Fronteira arranca com I Fórum Internacional de Turismo de Fronteira, onde serão discutidas questões como o efeito da fronteira no desenvolvimento de turismo e a sua confluência com programas europeus de turismo nos seus diferentes âmbitos (patrimonial, histórico, natural ou cultural), bem como o diagnóstico e o desenvolvimento de um plano estratégico de turismo de fronteira.

Em análise estarão também as experiências de outras fronteiras europeias com uma revisão às denominadas “boas práticas” em países como Estónia, Grécia, Hungria, República Checa ou Roménia, através dos parceiros do Eixo Atlântico no projeto europeu EPICAH, cujo grupo de trabalho composto por oito regiões fronteiriças europeias, que têm vindo a refletir e analisar propostas para a preservação do património e o seu aproveitamento turístico”.

Em paralelo, o Eixo Atlântico lidera ainda o Projeto Destino Frontera, do qual também fazem parte os membros da Rede Ibérica de Entidades Transfronteiriças (RIET), que tem como objetivo “a identificação de fontes para o desenvolvimento económico e o repovoamento da fronteira baseado nun turismo sustentável e centrado no patrimônio natural, cultural e monumental da totalidade da fronteira luso-espanhola”. Em ambos os casos, refere aquele organismo, o novo conceito de Turismo de Fronteira é uma evolução do conceito “Dois Países, um Destino” que nasceu na eurorregião Galiza – Norte de Portugal e que está a ser alargado a outras fronteiras europeias.

De acordo com a entidade transfronteiriça, o I Fórum Internacional de Turismo de Fronteira Europeu será a antessala da quinta edição da Feira de Turismo de Proximidade do Eixo Atlântico, Expocidades, que se realiza em Braga, entre os dias 30 de maio e 02 de junho.

O evento, que tem lugar na Praça da República, no centro da cidade, permitirá percorrer num único espaço a diversidade da oferta das cidades que integram o Eixo Atlântico através da sua cultura, património e gastronomia. Nós, do Ecopass, iremos prestigiar esse evento.

Ecopass: a construir um mundo melhor.

Imagem: reprodução Booking.com/Villa Gale Collection Braga.