TIME FOR ACTION – Esse Era o Slogan da COP 25, Mas a Ação Foi Postergada para a Próxima COP, em 2020...

COP 25 ENCERRA EM CLIMA DE FRUSTRAÇÃO


Com informações da BBC News.

As mais longas negociações climáticas da história das Nações Unidas finalmente chegaram ao fim em Madri e deixam como primeiro resultado um acordo de compromissos – ao mesmo tempo em que postergam decisões importantes para o encontro do ano que vem.

Quase 200 países participaram da Cop-25 (conferência do clima da ONU). Exaustas após madrugadas seguidas de negociações, as delegações presentes no encontro conseguiram chegar a um acordo sobre a questão crucial de aumentar a mobilização global por cortes nas emissões de carbono e endurecer metas.

Segundo o pacto, todos os países precisarão apresentar novas promessas climáticas na próxima grande conferência prevista para o ano que vem em Glasgow. Mas soluções para outras questões controversas, incluindo os chamados mercados de carbono (a possibilidade de países que emitem menos carbono ‘venderem’ créditos de CO2 às nações mais poluentes) foram adiadas até a próxima reunião.

Todos os países precisarão apresentar novas promessas climáticas na próxima grande conferência prevista para o ano que vem em Glasgow – créditos: UNclimatechange via Flickr.

Chegando até a bloquear o acordo temporariamente, o Brasil foi um dos principais obstáculos à assinatura do documento – cuja assinatura foi atrasada em 2 dias. Após esse período (dois dias e duas noites extras de negociações), delegados presentes na conferência definiram um acordo que prevê a apresentação de metas novas e mais ambiciosas de cortes nas emissões de carbono para o encontro que acontecerá em Glasgow.

Todos os países presentes deverão dar respostas efetivas ao vácuo entre o que os cientistas dizem ser necessário para evitar mudanças climáticas perigosas e as medidas tomadas atualmente – que no ritmo em que estão levariam o mundo a ultrapassar o limite para mudanças irreversíveis já nos anos 2030. Apoiado pela União Europeia, o estímulo a metas mais ambiciosas teve a oposição de países como Brasil, Estados Unidos, Índia e China. No entanto, o acordo conseguiu ser assinado prevendo que as nações mais ricas tenham que provar que cumpriram suas promessas sobre mudanças climáticas nos anos anteriores a 2020.

Brasil ganha 2º prêmio ‘Fóssil do Dia’ na COP 25 por ‘legitimar a grilagem de terras e a anistia do desmatamento’ – créditos: 350.org | reprodução.

O fato é que o relógio está correndo e o tempo para ação está se esgotando. Os países precisam ir além de cumprir os compromissos firmados e aumentar o nível de ambição no corte de emissões. O cumprimento das metas de redução de emissões, bem como o aumento delas, depende de vontade política de cada país. Mas nós, enquanto cidadãos, podemos fazer agir pressionando os governos e adotando práticas em favor do meio ambiente, como mudar os nossos padrões de consumo e plantar árvores, a forma mais eficiente, cientificamente comprovada, de sequestrar CO2 da atmosfera.

Nesse sentido, o Ecopass é uma ferramenta mais prática e está ao alcance de cada um de nós. Basta fazer o download gratuito na Apple Store e Google Play e financiar o plantio de árvores de espécies nativas da Mata Atlântica brasileira em áreas georreferenciadas. Cada árvore financiada representa uma real possibilidade de melhoria da qualidade de vida para muitas famílias, pois todos os integrantes da nossa cadeia de plantio são de comunidades tradicionais, como indígenas, assentamentos rurais e outros povos da floresta. Além disso, ao fazer a compra de árvores com o Ecopass, o nosso usuário pode desfrutar de descontos e outras vantagens em estabelecimentos comerciais parceiros em Portugal, Brasil e outros países como forma de bonificação por sua atitude sustentável. Então faça o download do Ecopass, plante e junte-se a nós na construção de um mundo melhor.

Imagem principal – créditos: CNN | reprodução.